sábado, 30 de abril de 2016








... a expectativa era grande. Afinal depois de tantas idas e vindas, depois de tantas despedidas e voltas ela estava ali. Quando abri a porta, ela ficou me olhando um tempo, depois colocou as duas mãos a boca e sorriu. Me abraçou. Foi um abraço forte, parecia que a conhecia ha tempos e era a primeira vez. Foi um abraço longo, apertado, um cheiro bom, uma respiração forte, apressada. E ela estava ali. Seu corpo se apertando ao meu. 
Todas as nossas conversas, as nossas loucuras virtuais materializavam-se naquele instante. Meu corpo reagia com força ao contato do dela. Sem falar nada ela sentia isso e me abraçava mais forte. mexia o corpo com sutileza, suas mãos apertavam minhas costas. Seus seios colavam-se em mim.
Então um beijo. Enfim o sabor esperado, o contato de labios, saliva e linguas. Os corpos já se mexiam acintosamente, como pedido e oferta. Automaticamente minhas mãos soltaram seu sutiã e levantaram sua blusa. Não falavamos nada, apenas nos tocavamos, com força, com volupia, com certezas, Nossas bocas passeavam em nós, lambiam, mordiam , chupavam. Eramos enfim o que esperavamos. Nossa mistura em nós .
Deitamos ali mesmo, meio no tapete, meio no chão. de repente um impulso mais forte. Ela gemeu alto, ao sentir enfim meu corpo possuindo com força o seu. 

E cada vez mais ...



sexta-feira, 29 de abril de 2016

frio em PoA...








morar sozinho em Porto Alegre é muito bom no verão. Mas quando esfria....é ruim enfrentar um inverno sozinho por aqui. É preciso alguem que ajude a acender o fogo, manter o fogo. a brincar com fogo. A ser fogo...
definitivamente Porto Alegre é um gelo por cima dos lençois. Por baixo não... 


quarta-feira, 27 de abril de 2016



estremeço e o suor escorre pelo meu corpo trêmulo como um rio. Agarrado aos seus cabelos, 
sinto os espasmos do seu corpo unido ao meu. Ouço os soluços entrecortados de prazer que brotam de sua garganta. Parecemos animais selvagens em completo cio.Estamos misturados um 
ao outro agora; não há palavras, apenas (in)consciência. Sinto o descontrole dos nossos corpos, as sensações me confundem, apenas prazer em ondas, nos atingindo em sequência...
Uma sequência exata. Exata e desconexa. De repente tudo escurece, clareia e brilha. Os olhos fecham.Gemidos. Altos longos. E por um instante eu morro. 
Em ti...






sábado, 23 de abril de 2016

e continuo a viagem !







Viajo em ti na tênue distancia que se faz no estreito espaço entre nossos suores e olhares. . Corpos e linguas entranhados em sensações. Emaranhados em si. Num (des)equilibrio instintivo, selvagem, espamodico e incontrolavel, onde palavras soam gritos abafados, e sussurros. Dou vida enfim a urgencia ansiosa da tua fantasia. Cavalgo tua pele e pelos. Cru. sem pudores e principios indelicado,lascivo, bruto em sensações, irracional . Invado o profundo profano do teu corpo. que se abre em fendas, rútilo, quente exibido e louco. rasgo teu corpo. Num encaixe fundo que tua alma, geme e aceita. Pede e quer mais. E continuo a viagem ...





quinta-feira, 21 de abril de 2016

vida própria...








Estava no facebook postando alguma coisa, e de repente então uma chamada de video. Ia atender, mas estava "terrivelmente" a vontade, tinha acabado de tomar banho e me enxugava tranquilo. Não atendi. E continuei  a postagem, mas a chamada me deixou curioso. Iria aguardar, quem sabe chamaria de novo. Ia colocar até uma roupa para atender. Ficaria melhor. Mas a chamda demorou e continuei bem a vontade. Mas de repente uma nova chamada. Preferi atender e levantar um pouco a cam, e apareceria assim a parte de cima, ombro e rosto, e tudo ficaria bem.
Atendi. E aquele, de sempre, " oi, ola, tudo bem, o que tem feito, etc.." Mas ela com uma blusa encima da pele , chamava atenção, instigava. Mas eu tranquilo continuei conversando. E conversa vai, conversa vem. Começa a fase do " rsrsr, do kkk, do uau, ufa, hummmm". E então ela diz parece que temos companhia e riu, e acrescenta o huuum. E diz a frase famosa 

__  hummm aí está Wally...aparecendo feliz...Querendo ver o que acontece no monitor..

Esse as vezes é o problema(?) de conversar assim pela cam. Existem coisas, que tem vida própria, crescem e booooom ...




sábado, 16 de abril de 2016

recado que não dei.

.

"não sigo manadas nem devo nada a ninguem, nem satisfações. Não sou homem de "jogar pra galera",  ou usar o politicamente correto. Não.  Eu sou autentico, sou o que sou. Me acumulei de pequenas coisas ao longo do tempo. Mas nunca prejudiquei ninguem. Uso o windows 7 piratão. e mais uns dez programas piratinhas . , ja usei carteira falsa para "colocar" mais idade e poder entrar em boites. Já dei uma graninha para não ser rebocado, Já furei fila.  Já pulei muro, para entrar em baile, que não podia pagar. 
Colar ?? uau. Colei até o último ano de faculdade.
Isso não faz de mim, melhor nem pior que ninguem.  Me julgar por isso é hipocrisia , é mentira.. É  falsidade. É coisa de pessoas pequenas,  desnecessárias, inúteis e ridiculas." 

Isso foi só um recado que não dei quando devia dar.
E nem sei porque escrevi isso aqui. Deve ser em função dessa minha fase mais light... 


quarta-feira, 13 de abril de 2016




a partir do mes que vem fecho o blog publicamente. Vai se tornar um blog para quem gosta de ler, de ver, de interagir. Fecho o blog, para o público em geral. Mas continuo com ele privado. Dou a chave da porta para aqueles que realmente querem entrar. E para aqueles que a tanto tempo estão por perto. Qualquer esquecimento que eu tenha, mande um email válido, que eu mando um convite.



quinta-feira, 7 de abril de 2016

tres blogs em um !

.


vou unir meus tres blogs em um só. Trazer os outros dois pra cá. fazer uma interação de mim. De partes da minha vida, dos momentos que vivi, que passei. das fotos que mantenho guardadas. das historias que guardo no fundo da alma. Dos momentos bons que vivi.
Vou alavancar tudo. Guardar pedaços de mim pra sempre.
Mas esse  blog, digamos assim, 3 em 1 vai ser um blog privado. Não vai ser aberto e exposto quanto esse está. Vou mudar um pouco isso tudo.
Vou me guardar mais pra mim e para aquele pessoal que está junto a tanto tempo. E quem já me segue, se quiser continuar por perto é só dar um toque. Ou pelo face ou por aqui mesmo pelo blog . Se for "de casa "  eu mando um convite...

.

.

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Que pena !

.

chega um instante que a gente sente que não daria mais certo. Só iria machucar se tentasse mais.  A coisa tomaria um rumo ruim. Um caminho forçado. Seria obrigação a presença que se tem que dar. Não iria fluir normal. 
Num determinado momento de uma vida a dois, não basta só o amor e o sonho .
É preciso alguma coisa alèm disso, é preciso mais que isso. Muito mais. O amor não é feito de distancias, de letras, de frases, de sorrisos escritos, de fotos e monitor. De palavras mal compreendidas, das entonações que não se pode dar ao que se quer dizer. 
Amor não é feito assim. Só de vontades e de desejos distantes. O amor é feito de presença, de cheiro, de olhares e de sons. 
O amor é pedra bruta e é lapidado nos toques que se sente, nos toques que se dá, nos olhares que se troca. O amor tem que ser molhado junto, não separado.

Existem amores que não são pra ser. Por mais que a gente queira, por mais que a gente tente,  por mais que a gente goste. 
Existem amores que não são pra ser !
Seria injusto forçar. A vida as vezes não deixa !

.

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Ela ria ...






Ela ria sempre, gostava de rir. Era sua marca. Ela precisava de muito mais. Sem atropelos, sem arrependimentos ( se arrependimentos existissem). Ela precisava de olhares diversos. De elogios vazios, baratos e fáceis. De uma plateia de ilusões e seus aplausos imaginarios...
ela detestava as verdades simples.. mas aceitava as mentiras maravilhosas, aquelas que lhe faziam bem. Queria os spots, os holofotes. As mentiras, as lisonjas enfeitadas com sonhos impossiveis.
E vivia essas mentiras, acreditava nelas. Gostava delas. E cultivava quem as dissesse. Precisava disso. E sorria, até se ver de novo sozinha, olhando a tela de um computador, Cercada apenas daqueles monte de amigos que elogiam.
tanta gente em volta, os de sempre, e praque? pra que tanta solidão nesses sorrisos de mentira !
E no fundo ela só queria ser feliz, só não sabia ser. 

Nem conseguia... !

sábado, 2 de abril de 2016

o toque !







tocar o mundo ao redor expande o saber. Aguça as vontades, as sensações. Numa maneira sensorialmente mais rica. Sentir os gostos, cheiros e texturas ensina bem mais que só querer...