segunda-feira, 30 de maio de 2016

pouco tempo !




a conheci pela internet. Eu visitava seu blog ela o meu. Depois o antigo e sempre saudoso MSN. 

A intimidade foi crescendo.Por quase 3 anos trocavamos mensagens e a inevitavel webcam. 

Conhecia seu corpo sem nunca te-lo tocado. Conhecia seus minimos detalhes. Conhecia seu jeito de se tocar, de se dizer presente. Só faltava o toque, o cheiro, a textura da pele, o calor do 
corpo, a umidade do prazer. E o tempo passava. No inicio de julho precisei ir a Balneario Camboriú em Santa Catarina e ela por um dessas coincidencias da vida teria que ir a Joinvile na mesma época. 

Apenas uns 200 KM + ou - de distancia entre as duas cidades . O unico problema era ela estar acompanhada de alguem e seria dificil uma aproximação.  Porem as vezes as coisas se encaixam e 
conspiram a favor. Ela teria o dia seguinte totalmente livre e pegou um onibus para Florianopolis. Pertinho de Camboriu.

E de repente lá estava ela. Um sorriso de uma ponta a outra do rosto. Finalmente ela  materializava-se 
naquele instante, era a carne e pele que faltava. Era o desejo e a emoção saltando o corpo. Era a excitação forte e urgente que explodia. O taxi até o hotel em que eu estava, demorou um pouco mais de 1 hora. que parecia uma eternidade...

Então enfim, era ela ali. Era finalmente o toque ansioso. Ansioso e louco, Levantei sua blusa, o corpo 
sem sutiã parecia estar me aguardando a tempos. Beijei e mordi seus mamilos entre os gemidos que ela dava. 

Não esperei chegar na cama, meu corpo já procurava o dela ali mesmo encostado a porta. Seus braços se enrolaram no meu pescoço, suas coxas estavam molhadas, ansiosas. Minha excitação a fazia gemer forte, forcei meu corpo no dela . 

Um gemido alto, outro...ela se mexia com força. Ela estava ali, e tínhamos pouco tempo para nos conhecer melhor, 
Muito pouco tempo para matar tanta vontade...





domingo, 29 de maio de 2016

Tudo..!





                                         

                                       assim, todo...tudo !




terça-feira, 24 de maio de 2016

ceroula....




No Rio, eu nunca imaginei que um dia iria usar uma ceroula por baixo da calça. Mas aqui em Porto Alegre é impossivel, principalmente para um Carioca, não ter essa "proteção" . O frio aqui é quase palpavel. É um frio que vai entrando sem pedir licença, gela tudo. Então a proteção é fundamental.
E aproveitando a deixa, posto minhas fotos de ceroula. E para o blog, não ficar parecendo um diário, as fotos vão com aquele modo exibicionista  do jeito que o blog é ... pra não perder a graça. ;) .













                                                   The End.





quinta-feira, 19 de maio de 2016

todo em voce ...






Quando tirei tua roupa, voce tremeu. Tremeu num gemido molhado, molhado de sentir descer. De correr coxas. De lambuzar. Mordeu labios, quando minha mão passeou teu corpo. E minha lingua lambeu teu gosto.uma felicidade sem pudores, sem limites. Rocei nas tuas costas, um suor de arrepiar pele e suspirar...falou besteiras qdo sentiu na mão, minha excitação e apertou. Apertou com força, como pra ter certeza e brincou de mexer, de apertar. De querer, de querer mais. E levou à boca e beijou, engasgando desejos, numa ansia de urgencias, beijou, lambeu, chupou e mordeu...E fez do corpo prazeres e vontades. Urgencias e sensações.
E então, voce gemeu, gemeu um gemido alto, e forte, quando sentiu meu desejo guloso te entrar rasgando e com força e ficar todo em ti....




terça-feira, 17 de maio de 2016

vinho..




fiz o vinho pingar sobre voce. Tua pele reagiu como antevendo o que mais poderia acontecer. Teus olhos brilharam. Voce mordeu os labios quando sentiu minha mão espalhar as gotas...e suspirou na expectativa de uma noite inteira. O luar iluminava a quarto. Derramei mais um pouco de vinho em teu corpo, senti o gosto e me aproximei mais...


domingo, 15 de maio de 2016

e agora ..?

transcrevo na íntegra uma mensagem que recebi inbox no facebook. E que me fez pensar um pouco. E que ainda não me dei resposta.. 
Vamos ver, nem o jantar ainda sei se vou aceitar...mas a curiosidade é enorme.
vamos ver.

" ola Maurizio, sou daqui de Porto tambem,tenho 34 anos,sou engenheiro eletricista. casado, sem filhos. minha 
esposa tem 27 anos, É advogada mas não exerce. Conhecemos voce por intermedio de uma amiga que te conhece pelo facebook. 
Mas vc deve estar perguntando o que eu devo estar querendo.Então deixa eu te dizer primeiro que temos. 
Eu e minha esposa temos algumas loucuras em comum. mas são loucuras que usavamos apenas para nos excitar mutuamente
com conversas,e algumas imginações de como seria algumas dessas loucuras, se as vivessemos realmente. E essa vontade 
nos excitava muito. Minha esposa, numa dessas viagens imaginarias, citou voce.E fomos ao teu facebook. depois
ao teu blog. E "te colocamos" nas nossas imaginações. A coisas "funcionou" bem.Começamos então a visitar
teu blog. Até eu tomar a coragem de escrever a voce. Antes queria frisar, que não sou gay.E que
somos uma casal que adoraria viver novas experiencias. Queria apenas ser espectador sem participar de nada
apenas ficar perto e ver. Quero te dizer tb que não somos promiscuos, nunca 
aconteceu nada real, nesse sentido é claro. Que somos um casal de classe media alta. Serios e conscientes.
E queriamos muito convidar vc para jantar, num local que vc escolheria. No dia que vc preferisse.E quando
vc quisesse. Apenas um papo informal para que nos conhecessemos. meu tel é  esse (XXXXX) . Queria muito 
que vc fizesse contato. Sem nenhuma obrigação ou aceitação de nada. 
Um abraço pra vc, 

YYYYYYY "



quinta-feira, 12 de maio de 2016

Amor Contigo...




faço amor contigo
do modo que voce quer em mim
um amor cínico e safado
que voce diz do meu olhar.
Um olhar que te despe, que te lambe,
Um corpo que te penetra,
que te come, que te escraviza.
Um modo sem censuras,
sem pudor, sem limites,
que arrepia teu desejos,
que te faz femea,
que te faz querer, que te faz gemer
que te faz gozar...
.
e que não se vira pro lado
como dever cumprido.
E sim continua te amando, e te amando
mesmo depois de te amar...