quarta-feira, 24 de dezembro de 2014

domingo, 21 de dezembro de 2014





__passa o sabonete nas minhas costas. Pediu ela.

Enquanto a água caia morna em nossos corpos. Ela levanta os cabelos, abaixa um pouco a cabeça e empina discretamente o corpo a espuma escorre por suas costas, continuo passando, agora em seu pescoço. ela mexe a cabeça encolhendo o ombro. Minhas mãos buscam seu colo, ela levanta o rosto, deixando a água bater. O sabonete corre em minhas mãos. ensaboo seus seios. Fica na ponta dos pés, deixando seu corpo cair de leve contra o meu. Espalho a espuma em sua barriga, meu corpo se mistura e desliza no dela...
Sem se virar se mexe, como querendo espalhar mais a espuma.

__ passa mais um pouco de sabonete. Pede ela -

e desce mais a mão. Sussurra alguma coisa , se apertando mais em mim...





quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

e me arranha...







Deslizo nas gotas, que chovem do teu desejo ,
e me entranho no teu prazer.
Um ir e vir constante, forte, selvagem e louco . 

Tremo no teu compasso que se contorce como em transe.
E me aperta , geme, grita, se encharca e me arranha.



deDeslizo nas gotas, que chovem do teu desejo , e me entranho no teu prazer. Um ir e vir constante, forte, selvagem e louco . Tremo no teu tremor que se contorce como em transe e me aperta , se enxarca e me arranha.

Make Money at : http://bit.ly/copy_win
Deslizo nas gotas, que chovem do teu desejo , e me entranho no teu prazer. Um ir e vir constante, forte, selvagem e louco . Tremo no teu tremor que se contorce como em transe e me aperta , se enxarca e me arranha.

Make Money at : http://bit.ly/copy_win
Deslizo nas gotas, que chovem do teu desejo , e me entranho no teu prazer. Um ir e vir constante, forte, selvagem e louco . Tremo no teu tremor que se contorce como em transe e me aperta , se enxarca e me arranha.

Make Money at : http://bit.ly/copy_winDeslizo nas gotas, que chovem do teu desejo ,
e me entranho no teu prazer.
Um ir e vir constante, forte, selvagem e louco .
Tremo no teu tremor que se contorce como em transe e me aperta ,
se enxarca e me arranha.Deslizo nas gotas, que chovem do teu desejo ,
e me entranho no teu prazer.
Um ir e vir constante, forte, selvagem e louco .
Tremo no teu tremor que se contorce como em transe e me aperta ,
se enxarca e me arranha.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Conversa na Cam...


__pronto aceitei....sunga (?) branca, camisa preta, uma pulseira de prata(?),
um par de pernas balançando....diz ela
__rs. é uma mania minha ao sentar,  mexer as pernas. Respondi. E foi bom para matar tua curiosidade.
__matar?? ( rsrsrs ) vc acha que matou minha curiosidade, pelo contrário, aumentou...e agora ainda fiquei inquieta aqui no computador. mas vou tentar acalmar um pouco. Continua ela.
__coloque as mãos pra cima, tire a mão da frente da cam, libera , deixe a frente livre..(rsrs )
Eu sorri e levantei as mãos pra cima do teclado. Ela continua.
__..isso, uau (rsrs), nossa....muito bom, agora abaixe a mão devagarzinho e coloque no colo......isso. Agora levante um pouco a bainha da sunga....isso
__hummmmmm, mais um pouquinho, mais. deixe aparecer, puxe mais um pouco,
isso, se sair ....deixe.. ;)
__Ui, assim.......assim.......mais, hummmm,
assim............


Na tua falta...! fica o eco do teu gemido gravado no subconsciente do meu desejo. Me excita a lembrança. Nesse desacerto de mãos, sem as tuas, teimam as minhas, e me toco relembro teu compasso . fecho os olhos, imagino tua cadencia, me finjo em ti...... Make Money at : http://bit.ly/copy_win

Make Money at : http://bit.ly/copy_win
Na tua falta...! fica o eco do teu gemido gravado no subconsciente do meu desejo. Me excita a lembrança. Nesse desacerto de mãos, sem as tuas, teimam as minhas, e me toco relembro teu compasso . fecho os olhos, imagino tua cadencia, me finjo em ti...... Make Money at : http://bit.ly/copy_win

Make Money at : http://bit.ly/copy_winNa tua falta...! fica o eco do teu gemido gravado no subconsciente do meu desejo. Me excita a lembrança. Nesse desacerto de mãos, sem as tuas, teimam as minhas, e me toco relembro teu compasso . fecho os olhos, imagino tua cadencia, me finjo em ti......
--pronto aceitei....sunga(?) branca, camisa preta, uma pulseira de prata(?), um par de pernas balançando....diz ela --rs. é uma mania minha ao sentar mexer as pernas. Respondi. E foi bom para matar tua curiosidade. --matar?? ( rsrsrs ) vc acha que matou minha curiosidade, pelo contrário, aumentou...e agora, ainda fiquei inquieta aqui no computador. --mas vou tentar acalmar agora. Continua ela. --coloque as mãos pra cima, tire a mão da frente da cam, libera , deixe a frente livre..(rsrs ) Eu sorri e levantei as mãos pra cima do teclado. Ela continua. --...isso, uau (rsrs), nossa....muito bom, agora abaixe a mão devagarzinho e coloque no colo......isso. Agora levante um pouco a bainha da sunga....isso --hummmmmm, mais um pouquinho, mais. deixe aparecer, puxe mais um pouco, isso, se sair ....deixe.. --Ui, assim.......assim.......mais, hummmm, assim............ Make Money at : http://bit.ly/copy_win

Make Money at : http://bit.ly/copy_win--pronto aceitei....sunga(?) branca, camisa preta, uma pulseira de prata(?),
um par de pernas balançando....diz ela
--rs.
é uma mania minha ao sentar mexer as pernas. Respondi. E foi bom para matar tua curiosidade.
--matar?? ( rsrsrs ) vc acha que matou minha curiosidade, pelo contrário, aumentou...e agora,
ainda fiquei inquieta aqui no computador.
--mas vou tentar acalmar agora. Continua ela.
--coloque as mãos pra cima, tire a mão da frente da cam, libera , deixe a frente livre..(rsrs )
Eu sorri e levantei as mãos pra cima do teclado. Ela continua.
--...isso, uau (rsrs), nossa...
.muito bom, agora abaixe a mão devagarzinho e coloque no colo......isso. Agora levante um pouco
a bainha da sunga....isso
--hummmmmm, mais um pouquinho, mais. deixe aparecer, puxe mais um pouco,
isso, se sair ....deixe..
--Ui, assim.......assim.......mais, hummmm,
assim............

sábado, 22 de novembro de 2014



existem pessoas que um dia, lá na frente,  vão se arrepender muito de não terem aproveitado a vida do modo que deveriam ter aproveitado. Acredite, quem julga hoje é o que mais vai chorar amanhã. A vida não é só dizer não, é principalmente dizer sim...



quinta-feira, 20 de novembro de 2014







olhe queira morda seus lábios sinta teu corpo gotejar. pegue segure sinta aperte, mexa use..! Make Money at : http://bit.ly/copy_win

Make Money at : http://bit.ly/copy_wiaproveite
                        
                             é seu
                            pegue
                           segure
                           aperte
                           mexa
                             use
                            abuse






olhe queira morda seus lábios sinta teu corpo gotejar. pegue segure sinta aperte, mexa use..! Make Money at : http://bit.ly/copy_win

Make Money at : http://bit.ly/copy_win

domingo, 16 de novembro de 2014

Acerte-se









                                                                 
                                             devagar, assim....





sexta-feira, 14 de novembro de 2014



                                 COMEÇA ASSIM...





  

                                 TERMINA ASSIM...




segunda-feira, 10 de novembro de 2014





                                                       O Descanso

                                      típico de uma segunda feira...





segunda-feira, 20 de outubro de 2014







Gramado RS, outubro de 2009, num chalé perdido na montanha, uma foto... 

__não se mexa, vou tirar uma foto.  Sorria, assim....





domingo, 12 de outubro de 2014

sexta-feira, 10 de outubro de 2014









gosto de mar,  do cheiro do mar, de amar. Do vento que vem do mar. Gosto do contato com a água gelada, com a liberdade ... Com meus desejos, com minhas sensações...



segunda-feira, 6 de outubro de 2014








                                       As emoções 
                                o desejo
                         o choro e o riso...






terça-feira, 30 de setembro de 2014





...era como ela estivesse em transe. Se roçava com força e acompanhava  em cadencia o vai e vem do meu corpo. Gemia, um gemido alto e meio descontrolado. Suava e mordia com força os labios. Suas mãos buscavam o encaixe de nossos corpos.
 

__ mais forte, dizia,  mais fundo, vai mais. Mais...  

Naquele instante eu era só um instrumento, um brinquedo, um detalhe !  


.

sábado, 13 de setembro de 2014




as sensações são sempre diferentes. O gosto é diferente, o calor é diferente, as reações são sempre diferentes. Eu gosto disso. Gosto das diferenças que existem, mesmo sendo tão igual.




sexta-feira, 5 de setembro de 2014






Entrego meu corpo
ao teu corpo.
Ao delirio da tua vontade,
ao despudor dos teus prazeres,
as sensações do teu desejo.
Aos teus pensamentos mais vulgares.
As tuas mais inconfessas fantasias...





sábado, 30 de agosto de 2014













definitivamente a timidez, os hipócritas criterios pre estabelecidos e as cartilhas de falsos moralismos nunca fizeram parte do meu show, do meu jeito de ser, muito pelo contrario. 
As pessoas deixam-se levar muito por padrões, convenios e tabus. Eu não...



sábado, 9 de agosto de 2014






a conheci pela internet. Eu visitava seu blog ela o meu. Depois o antigo e sempre saudoso MSN. A intimidade foi crescendo.Por quase 3 anos trocavamos mensagens e a inevitavel webcam. Conhecia seu corpo sem nunca te-lo tocado. Conhecia seus minimos detalhes. Conhecia seu jeito de se tocar, de se dizer presente. Só faltava o toque, o cheiro, a textura da pele, o calor do corpo, a umidade do prazer. E o tempo passava. No inicio de julho precisei ir a Balneario Camboriú em Santa Catarina e ela por um dessas coincidencias da vida teria que ir a Joinvile na mesma época. Apenas uns 200 KM + ou - de distancia entre as duas cidades . O unico problema era ela estar acompanhada de alguem e seria dificil uma aproximação.  Porem as vezes as coisas se encaixam e conspiram a favor. Ela teria o dia seguinte totalmente livre e pegou um onibus para Florianopolis. E de repente lá estava ela. Um sorriso de uma ponta a outra do rosto. Finalmente ela  materializava-se naquele instante, era a carne e pele que faltava. Era o desejo e a emoção saltando o corpo. Era a excitação forte e urgente que explodia. O taxi até o hotel em que eu estava, demorou uns 45 min. que parecia uma eternidade... Então enfim, era ela ali. Era finalmente o toque ansioso. Ansioso e louco, Levantei sua blusa, o corpo sem sutiã parecia estar me aguardando a tempos. Beijei e mordi seus mamilos entre os gemidos que ela dava. Não esperei chegar na cama, meu corpo já procurava o dela ali mesmo encostado a porta. Seus braços se enrolaram no meu pescoço, suas coxas estavam molhadas, ansiosas. Minha excitação a fazia gemer forte, forcei meu corpo no dela . Um gemido alto, outro...ela se mexia com força. Ela estava ali, e tínhamos pouco tempo para nos conhecer melhor e  matar tanta vontade...





segunda-feira, 4 de agosto de 2014






 



 e depois então continuar em ti,
fazer meu corpo latejar em ti, 
vibrar em ti, vibrar por ti.
mais e mais, continuar teu. 
Não deixo fazer intervalos 
nos intervalos dos  teus prazeres ...



domingo, 27 de julho de 2014



 


 E ela dizendo baixinho.

por favor não pare, não pare, não deixe acabar...
Suas unhas riscavam minha pele, como garras de uma leoa faminta, quando prende em no corpo sua presa favorita,

Mais, mais, assim, não pare, assim.......seu rosto suava, seu corpo tremia, se deixava entrar. Se mexia cada vez mais rapido, como querendo acompanhar meu compasso.

eu quero, eu quero. assim, mais, mais, vai, vai ,força

Seus dentes tricavam seus lábios. sua mão puxava o lençol, mordia a fronha , descontrole

Mais forte, mais forte,com força assim. mais, mais....
Seus seios firmes , rijos se roçando despudoradamente
em meu peito,
com gosto, com vontade.


mais, mais, não, não, sim, ai assim ,não....a...ai
Seu corpo tremia, chorava , sorria. A boca procurava meu pescoço. mordia Os olhos fechavam e abriam, como não vendo. como não querendo ver
. ,
isso,isso, assim, mais. Agora Mais, mais, vai, vai, vaiiii..
Gemidos, espasmos, tremores, uivos de femea as mãos escorregam de leve do meu corpo. Relaxa. Seu sexo me prende, me cola, eu continuo De repente um silencio, a respiração mais forte. ofegando No seu rosto suado em cumplicidade, o desejo,
o prazer encontrado
um sorriso.........


ai...


sexta-feira, 25 de julho de 2014


 
 
 
vivo
as sensações do teu corpo !
teu gosto,
teu gozo
teu mar.
mar que se forma nas gotas
dos desejos,
que me suam,
e te encharcam ...
 
 
 

quinta-feira, 24 de julho de 2014

Eu quero mais...








... e quando eu esgotar todo o teu folego,
eu quero outra vez.
eu quero mais.

Quero teus limites,
quero tuas fantasias.
Quero teus gemidos,
quero tuas loucuras
quero aumentar teus segredos

eu quero mais...



domingo, 13 de julho de 2014

  






finalmente então te descobrir, sentir teu corpo, aliviar teu medo. Desvendar teu ponto de ebulição, de fervura, de descontrole, tocar teu ponto pedido,tenso, teso, teu ponto desejo, Teu ponto melhor, teu ponto mulher. E ter no teu gemido  tua intensidade.  E na insinuação do teu corpo, ser teu instante, e me somar em ti. Me multiplicar por ti.....




sexta-feira, 4 de julho de 2014





...no inicio
fechou os olhos
e tremeu,
gemeu alto ao se sentir entrar
e fez amor.
amou com força,
amou o roçar da pele, o galope do desejo
amou a ponta dos dedos e a profundidade no corpo
Amou o latejar da carne na carne.
os cheiros, o compasso alucinado
as sensações de saliva, veias e pelos,
arrepios e suores.
.
Amou sem pudor
buscou com a mão, o encaixe,
na mistura de nossos corpos
e com fome de emoções
se acariciou como em transe,
e levou os dedos encharcados
à boca,
pra sentir nosso gosto,
e gozou.
Gozou como nunca tinha gozado antes
gemeu como nunca tinha gemido antes
Vulgarizou-se na fantasia ansiada, 
e escondida que sempre quis
e se apertou em mim,
sedenta me beijou a boca, me lambeu a boca, me chupou inteiro
e continuou como em transe
louca
sem limites.
Enfim uma nova mulher.
que gostou 
provocou
e quis mais...



sábado, 28 de junho de 2014






casos de amor acontecem.  Começam, vivem e por vezes acabam. Mas acabam como nuvens que se esvaem, e não como o fim do mundo. Casos de amor são apenas casos de amor. Acontecem... vivem, na maturidade que se compõe. E não numa imaturidade doentia, egoista  e acorrentada. casos da amor não são becos sem saida. Sem fim.  Casos de amor são a eternidade no seu tempo certo de ser amor ... 
E se ou quando acabar, a vida segue e continua iluminada, com tantos e tantos outros casos de amor !





quinta-feira, 12 de junho de 2014

 .

Existem mulheres que alem de conquistadas, precisam ser domadas. Puxadas na rédea. O homem precisa entender seu instinto, sua lógica, sua adaptabilidade. Sua força. Essa mulher deve estar solta pra voar, pronta pra voar. Não espere fidelidade sem a doma, ha essa necessidade. Por puro instinto. Nem sempre a razão importa, as vezes é crua e fria demais pra explicar. Não explique. Existe um vulcão dentro dela pronto pra explodir. nao tente impedir essa erupção, é impossivel. Ao inves disso use-a. use essa força.Participe. Use essa explosão de fogo em proveito dos dois. Viva junto essa manifestação de tesão e sensações. Nesse momento ela quer um parceiro cumplice , amante e protetor .Que entenda , que se entenda. Nesse momento quer rasgar prazeres, não trave, vá junto, participe, crie, faça vínculos. Explore nessa vontade esse desejo louco. Cavalgue com força, se a força faltar que um outro cavalgue. E quando a força voltar se misture, deixe acontecer, o que for pra acontecer. Mais um , mais uma. Nessa hora é só emoção, sensação, desejos, prazeres, loucuras.descontroles.é só pele, saliva, pelos, excessos. Nesse momento a razão é não ter. Deixe a noite acontecer, deixe flutuar, goze por todos. Viva. isso existe, isso é fato, isso é bom. Depois puxe a redea, mas saiba que vai acontecer a hora justa e boa de soltar a redea outra vez...

.

sexta-feira, 6 de junho de 2014










...e de repente nossas bocas fizeram de nós uma brincadeira qualquer. Sugamos ao mesmo tempo, todos os nossos principios e pudores, provocamos todos os nossos gemidos, lambemos com força todos os nossos desejos, e engolimos sedentos, como numa ultima implosão do corpo, todos os nossos prazeres...


.

sábado, 31 de maio de 2014

.


gosto das pessoas que são o que são. Gosto das pessoas que se mostram, que se expõem. Das pessoas que, podem até se arrepender das loucuras que fazem,  das loucuras que faz. Se arrependem mas fazem de novo... São assim, intensas, ludicas, honestas consigo mesmo. Loucas nas suas posturas e nos seus desejos e pensamentos. São pessoas que tem a vida a flor da pele, na ponta da lingua, na ponta dos dedos. Gosto de pessoas assim, que não se escondem. Que se machucam e voltam. Pessoas assim são mais felizes. Mesmo com todos os seus defeitos, erros e irresponsabilidades são mais felizes.Que se machucam na mesma proporção que se dão. E se dão muito, se machucam muito. Mas sempre tem certeza que tudo vale a pena. Até a dor, o arrependimentos, até os remorsos de momento.
E ao meu lado quero pessoas assim.  Que sorriem felicidade. Gosto das pessoas felizes...

.

segunda-feira, 26 de maio de 2014





no inicio
fechou os olhos
chorou, gemeu.
depois riu
riu com força,
riu o roçar da pele, o galope do corpo
riu a fantasia de desejos acontecer,
riu o latejar da carne na carne.
riu
os cheiros, o compasso alucinado
de sensações, de veias e pelos,
de arrepios e suores.
com a mão, buscou o encaixe,
se acariciou como em transe,
levou a ponta dos dedos encharcados
à lingua,
pra sentir o gosto.

E
sem pudor,
me buscou o rosto.
me lambeu a boca.
Feliz,
sentiu-se enfim em gozo..
E
tremendo,
gemeu, chorou , sorriu...



sexta-feira, 16 de maio de 2014




... era sua primeira e assustadora vez fora dos seus lençois. Suava. Duvidada que estava realmente ali. Era um sonho, pensava. Mas não era. Era medo, angustia, liberdade. Não sabia definir. Só sabia que estava ali. Que queria estar ali. Indo contra tudo aquilo que tinham ensinado, contra tudo que viveu. E estava ali. Entregue. Nua, molhada. Infiel. O corpo arrepiado, sendo tocado, chupado, mordido. Comido. E ela querendo mais, ansiando mais. Forçando mais. Sentia seu corpo arder. Pelo calor e desejo. Suava. Sua boca, procurava labios e lingua. Suas pernas se escancaravam, em exibição e prazer. Sentia seu corpo sendo invadido. Em estocadas fortes e fundas. Gemia, e mexia o corpo acompanhando o ritmo. Queria mais. Pediu. Virou o corpo, melosa. Como uma gata no cio.Foi levantando o corpo devagar, deixou-se de joelhos, o rosto apertado ao travesseiro. Sentiu um corpo roçando o seu. Sentia solavancos no estomago. Ela queria assim. Ser penetrada no verso da sua expectativa e sonhos. Em suas fantasias. Sentiu de repente seu corpo ser como rasgado. Berrou, abaixou o corpo, mas queria assim.
Pediu mais força, e gemeu mais forte. Era estocada como sempre quis. Pedia mais, queria mais fundo. Chorava, gemia e pedia. Como puta. Queria ser chamada de puta, ser tratada como puta. Esqueceu pudores. Colocou pra fora toda as suas fantasias e sonhos. Seus desejos e vontades. Ela era assim, queria assim. Gostava assim....Só iria gozar assim. Então gozou. Gozou tudo aquilo que imaginava. Teve certeza naquele momento, ia ser sempre assim
...



domingo, 11 de maio de 2014




e
num repente ansioso
teu sorriso
envolveu todo meu desejo
e engoliu sem pudor, toda minha vontade.
Na avidez dos teus lábios
e na volupia da tua lingua,
um sabor ácido de sensações,
que explodiu como onda de maré alta.
.
e deixou escorrer da tua boca, um gosto forte de nós dois !



segunda-feira, 5 de maio de 2014

 
 
 
 

voce só de calcinha se apertava em meu corpo
falava bobagem, dizendo coisas de querer fazer.
Abria minha roupa,
sentia todo o desejo em meu corpo
e sorria feito menina assanhada
brincando de brincar verdade.

.
e num ir e vir, louco de querer fazer mais.
lambia minha excitação.
Fazia da minha pele, desejos e sabores.
da minha carne, prazeres e pecados.
e engolia sem pudores e preconceitos
todo meu gemido mais forte.

.
depois me tirava a roupa
se deitava
sempre querendo muito
sempre pedindo mais
tocava meu corpo ansiosa
e como se fosse uma brincadeira de fazer amor.
sorrindo, dizia baixinho
--vem, vem mais...
 
 

sexta-feira, 25 de abril de 2014




em nós,
o momento estremece, ruge, arranha, cega.
nos tornamos a eternidade do instante.
a pausa nos ponteiros das sensações.
.
em nós,
o gozo na inocencia de nossas culpas
a verdade das mentiras inventadas,
o segredo sem pudor
das nossas noites escondidas....



domingo, 20 de abril de 2014

 
 
 
 
__ fazer o que? se te quero mais...
 
Dito isto, rodei para debaixo dela.
Reparei que os seus mamilos se tinham distendido
e estavam em paz, relaxados...
Observei-os. Resolvi beijá-los mais uma vez,
juntando os seios, depois a percorri com meus lábios e minha mão .
A senti ainda úmida, sua pele quente.
Senti minha excitação aumentar de novo, e fiz com que ela a sentisse .
encostando mais, empurrando um pouco.
 
__outra vez ? perguntou ela sorrindo, mexendo-se impudicamente
sobre mim, procurando-me.
 
__Sim, respondi.....mais uma vez, outra vez!
 
 
 

quinta-feira, 20 de março de 2014






 .
Tenho o eco
do
teu gemido
gravado
no subconsciente
do meu desejo.


Excita-me a lembrança.
Excita-me o corpo.

Relembro teu compasso,
tua pele,
teu cheiro,
tua lingua
.
Teu jeito lascivo
e sem pudor de se deixar entrar.


Fecho os olhos,

e por um momento,
um descontrole de mãos,
e sem as tuas.
Teimam as minhas,
lambendo o ar que me rodeia
me finjo em ti......


.

sexta-feira, 7 de março de 2014




-- Não pare agora... disse tremendo, afundando em meu corpo suas unhas curtas e afiadas. Seus labios mordidos, gemiam... Forcei mais, seu corpo começou involuntariamente a tremer. E cada vez mais forte. Meu corpo ia e vinha sem compasso certo, ora mais forte, ora mais fraco. Por vezes me deixei ficar , pulsando. Seu corpo então se mexia, se roçava em mim . Eu ajudava , ao não largar meu peso , deixava seu quadril solto. Tremia cada vez mais, não existiam mais espaços entre nós, apenas grunhidos, gemidos, cheiros.
-- Não pare agora, disse fracamente
-- Não pare agora, não pare nunca, não pare mais....repetiu. Os olhos fechados, ofegante.
Eu continuei, e continuei cada vez mais forte, cada vez mais denso, cada vez mais rijo,cada vez mais fundo,  cada vez mais e mais e mais ....
;

domingo, 5 de janeiro de 2014













Sexo é bom, é gostoso, é prazer. É fundamental, é parte integrante da vida do ser humano. As pessoas deveriam parar de neurotizar o sexo. Como se fosse um ritual macabro, ou coisa do outro mundo. Mas não, sexo é natural. Acontece com pessoas normais. Acontece mais com uns do que com outros, mas acontece sempre. Não existe essa obrigatoriedade de se associar o sexo com amor. como associam arroz com feijão, goiabada com queijo, choop com pastel. Sexo é sexo, amor é amor e pronto. Simples assim...


quarta-feira, 1 de janeiro de 2014



 .
.
...e até o último instante, assim. Até o primeiro espoucar dos fogos, assim. Num despudor pedido, buscado, ansiado. A sensação de como se fosse a ultima vez, ou a primeira. E sentir até o limite, sugar até o fim, até onde não puder mais, até onde não conseguir mais. Até a última gota !

.
.