amo !

sábado, 28 de julho de 2018

teu pecado !



quero apalpar teu pecado,
lamber teu desejo, beber teu prazer.
ser o Alfa, no teu olhar submisso,
do teu gosto de femea, 
no teu cio que implora.

Sodomizar sem pudor,
o teu corpo largado, oferecido,
ajoelhado como em penitencia, lascivo
em fingida inocencia.

Sentir a acidez
do teu cheiro molhado,
quando se abre, atrevida ,
nessa ansia gostosa de dar ...



quarta-feira, 25 de julho de 2018

de bruços ...









então se deita ansiosa
e sem pudores mexe o corpo
e faz toda a vontade
de todas as vontades que eu tenho.
gemendo as dores que seu corpo sente
dos desejos que seu corpo pede,
nos prazeres que meu corpo faz...


terça-feira, 24 de julho de 2018

essa foto...







foi por essa foto num grupo do facebook que fez com que eu ficasse 7 dias suspenso. Continuo achando isso de suspender os direitos de uma pessoa  na sua
página do face, por uma foto postada em um grupo secreto, onde pouquíssimas pessoas tinham acesso, uma grande palhaçada. Tudo bem que a foto é ostensiva e escancarada demais, mas dai a censurar num grupo secreto é demais. Mas tudo bem o face é deles. Eles tem suas regras e regras  são para serem cumpridas. Mas a censura do facebook não vai cortar nunca o tesão de ninguem . Não é censurando grupos ( repito ) secretos, que eles vão consertar merda nenhuma. Sexo é festa. principalmente o sexo bem feito. O sexo que ocupa tempo e espaço. Que faz esquecer dores e problemas. Sexo é remédio . Sexo não doi - bem , doi mas não doooooi. É aquela dor de encher espaços, de ocupar lugar, que parece até que não vai dar ( se é que voces me entendem ) -mas é isso aí, esse post foi só para mostrar a foto que me fez ficar supenso uma semana do puro e casto facebook. Mas deixa eles pra lá. Quem não deixa passar uma trepadinha de vez em quando. Não vai deixar passar nunca uma daquelas de fazer gemer sem sentir dor. E principalmente  uma daquelas que doi e as vezes muito. Mas e daí , deixa doer ...

sábado, 21 de julho de 2018

queria mais !






... e no meio da madrugada ela já não aguentava mais. Gemia qualquer movimento. Berrava como gata no telhado, mas queria mais. E xingava palavrão provocando. Se mexia como em transe. Mordia e beijava, puxava meu corpo  contra ela. Pedia para eu parar um pouco, mas não parava. Pedia por pedir. Gemia e sorria. Não aguento mais, dizia. Mas se roçava com força. Fincava suas unhas no meu braço. Arranhava. Mordia meu queixo. mordia e me chupava por inteiro. 
Então, forcei, forcei meu corpo no dela , que pulsava e outra vez. E outra vez mais forte, mais fundo e mais rápido. Ela  Chorava e gemia alto. Encharcada como chuva. Gozou como nunca. Um gozo contínuo e múltiplo. Se mexia como um lagarto ao sol. 
Como dança. Suava, apesar do frio. e mexia seu corpo na cadencia forte do meu. Me apertava, mordia meu peito, gemendo pedia para eu parar, mas ela não parava. 
Só queria mais...

terça-feira, 1 de maio de 2018

frio? depende !








já deve ter quase um mes que batemos essas fotos. O frio ? estava uns 9 abaixo. O tesão ? uns 50 acima. Não precisa nem quarto, nem aquecedor ou cobertor. Eu esquento no automático...

.

sesso anale



è l'arte, è ritardo, è attesa....
é arte, é demora, é expectativa.
é medo, é susto, é impressão
é ansiedade.
É hora certa, é encaixe .
é suor e intensidade, é prazer.
é cumplicidade e sensação.
é conquista, intimidade e despudor
É gemido assanhado,
é deixar acontecer,
é apertar, é fazer carinho, é comer....
é doer, é doer um pouquinho, é não doer mais
é mania, é posição atrevida,
é dizer sempre que é a primeira vez...
sem ninguem perguntar !
é o macho, é a femea, é o cio.
é querer, é querer muito, é querer sempre.
é querer mais...
é pecado e penitencia,
é fantasia,
é entrega e liberdade,
é vontade, é o voo mais alto
é loucura
é tesão...

sábado, 14 de janeiro de 2017






no inicio
fechou os olhos
chorou, gemeu.
depois riu
riu com força,
riu o roçar da pele, o galope do corpo
riu a fantasia de desejos acontecer,
riu o latejar da carne na carne.
riu
 os cheiros, o compasso alucinado
de sensações, de veias e pelos,
de arrepios e suores.
com a mão, buscou o encaixe,
se acariciou como em transe,
levou a ponta dos dedos encharcados
à língua,
pra sentir o gosto.

E
sem pudor,
me buscou o rosto.
me lambeu a boca.
Feliz,
sentiu-se enfim em gozo..
E
tremendo,
gemeu, chorou , sorriu...




domingo, 4 de dezembro de 2016







Fui até o mais fundo possível que pude ir em ti, enquanto na superfície, nossos corpos se roçavam.
Acintosos, famintos, te arrancando gemidos e gritos num total impudor de desejos.

Nesse louco ir e vir e no atrito lascivo de pele, pelos e óleo ultrapassei o limite dos teus principios e te fiz gozar.E gozei contigo. Gozei o mais forte e contínuo gozo que voce já teve. O mais longo e profundo gozo, que nós pudemos gozar....