sábado, 24 de setembro de 2016

Mulher !







Um dia perdido lá atras, 
num momento contraído, inconsequente, sem jeito
simplesmente alguem, sem amor, fez voce sangrar por sangrar.
as purezas foram perdidas nos espaços dos teus sonhos.
sem carinhos, sem certezas,
só dores e lágrimas.
simples consequencias de momentos a deriva de teus pensamentos,
dos teus sonhos, das tuas vontades.
sequelas sofridas ficaram, hibernando em teus prazeres .

Hoje passeei no teu medo,
como numa regressão terapeutica
voce voltou a teus ontens. te despertei
sarei teus remorsos, tuas angustias , teus medos e culpas

te transportei no tempo e te vi chorar
te refiz menina, e te vi sorrir
fiz amor e te acordei consciente pra vida
naquele instante então voce amou. 
Amou todos os teus desejos e medos
como que rasgando tua carne entrei em ti ,
sarei enfim cicatrizes da tua alma, te fiz amar sem culpas.
e te fiz Mulher...




5 comentários:

LENIR GONÇALVES disse...

Lindo 💕

Nany C. disse...

como você pode ser tanto e muito assim?!... tocar sem estar perto, curar e fazer reviver com palavras tão íntimas, tão fortes?!... ai, menino... você sabe bem como chegar na alma. você é raro... raro!

beijos no teu coração e na tua alma, sempre. sempre!!

Sempre Fênix disse...

Lindo isso Mau!! Beijos

Lenita Sousa disse...

Palavras maravilhosas de pura excitação mental

Fiquei seguidora. Linkei no meu blogue.

Abraço

Lenita Sousa disse...

Seu blogue não actualiza noutros blogues o que é pena